Lula escreve a Felipe Santa Cruz: o Brasil não merece o ódio de Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu, de sua cela em Curitiba, uma carta ao presidente ds OAB, Felipe Santa Cruz, um carta, na manhã desta terça-feira; "Nada poderá reparar o sacrifício de seu pai, meu caro Felipe, nem a ofensa brutal que o vitimou mais uma vez"; no texto, Lula afirma que "o Brasil não merece ouvir as palavras de ódio" de Bolsonaro

(Foto: Ricardo Stuckert e divulgação)

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu, de sua cela em Curitiba, uma carta ao presidente ds OAB, Felipe Santa Cruz, um carta, na manhã desta terça-feira; "Nada poderá reparar o sacrifício de seu pai, meu caro Felipe, nem a ofensa brutal que o vitimou mais uma vez"; no texto, Lula afirma que "o Brasil não merece ouvir as palavras de ódio" de Bolsonaro.

Felipe Santa Cruz é filho de Fernando Santa Cruz, miitante do grupo Ação Popular (AP) desaparecido durante a ditadura militar e assassinado pelas Forças Armadas em 1974, conforme  atestado num documento secreto da Aeronáutica (aqui). Pai e filho têm sido alvo de ataques brutais de Bolsonaro.

A carta de Lula, em tom emocionado, sai em defesa de Felipe, Fernando e todas as pessoas perseguidas pela ditadura: "É como se violentassem seu pai mais uma vez, e junto com ele todas as vítimas da ditadura".

Leia a íntegra da carta:

Carta de Lula a Felipe Santa Cruz, presidente da OAB

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247