Lula: “o que está em jogo hoje é o Brasil e a defesa da soberania”

Em discurso em Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde recebeu um dos maiores públicos da caravana, cerca de 30 mil pessoas, Lula lembrou que, durante seu governo, salvou a Caixa Econômica, o BNDES, e "agora eles querem vender tudo"; "Quando deixei a presidência, não somente éramos auto-suficientes em petróleo como tínhamos a segunda maior petroleira do mundo", destacou ainda; "O Brasil era motivo de orgulho, hoje isso acabou e seus dirigentes estão desmoralizados, com complexo de vira-latas", discursou; "Só tem nação se tiver povo, e é isso que estão destruindo e entregando às empresas estrangeiras", completou; assista

Em discurso em Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde recebeu um dos maiores públicos da caravana, cerca de 30 mil pessoas, Lula lembrou que, durante seu governo, salvou a Caixa Econômica, o BNDES, e "agora eles querem vender tudo"; "Quando deixei a presidência, não somente éramos auto-suficientes em petróleo como tínhamos a segunda maior petroleira do mundo", destacou ainda; "O Brasil era motivo de orgulho, hoje isso acabou e seus dirigentes estão desmoralizados, com complexo de vira-latas", discursou; "Só tem nação se tiver povo, e é isso que estão destruindo e entregando às empresas estrangeiras", completou; assista
Em discurso em Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde recebeu um dos maiores públicos da caravana, cerca de 30 mil pessoas, Lula lembrou que, durante seu governo, salvou a Caixa Econômica, o BNDES, e "agora eles querem vender tudo"; "Quando deixei a presidência, não somente éramos auto-suficientes em petróleo como tínhamos a segunda maior petroleira do mundo", destacou ainda; "O Brasil era motivo de orgulho, hoje isso acabou e seus dirigentes estão desmoralizados, com complexo de vira-latas", discursou; "Só tem nação se tiver povo, e é isso que estão destruindo e entregando às empresas estrangeiras", completou; assista (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ex-presidente Lula recebeu na noite desta segunda-feira 28 durante um ato em Mossoró, no Rio Grande do Norte, um dos maiores públicos da caravana que faz pelo Nordeste: cerca de 30 mil pessoas.

Em seu discurso, Lula afirmou que "o que está em jogo hoje é o Brasil e a defesa da soberania". O petista lembrou que, durante seu governo, salvou a Caixa Econômica, o BNDES... mas que "agora eles querem vender tudo", já tendo começado pela Eletrobras.

"Quando deixei a presidência, não somente éramos auto-suficientes em petróleo como tínhamos a segunda maior petroleira do mundo", recordou. "O Brasil era motivo de orgulho, hoje isso acabou e seus dirigentes estão desmoralizados, com complexo de vira-latas", acrescentou. "Só tem nação se tiver povo, e é isso que estão destruindo e entregando às empresas estrangeiras", completou o ex-presidente.

Lula voltou a fazer críticas à Lava Jato e desafiou os procuradores a apresentarem uma prova sequer contra ele. "Eu disse ao Moro e repito: eu desafio os procuradores a apresentarem um real de errado na minha conta. Eu governei esse país por oito anos e não admito que um bando de moleques venham com mentiras jogar lama na minha reputação", disse.

Sobre seu eventual retorno à presidência, prometeu: "Quero que eles saibam que eu estou mais experiente e sei que é preciso regular os meios de comunicação nesse país. Porque não é possível a gente ser vítima todo dia da mentira deles". 

Assista abaixo o vídeo do discurso:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247