Lula pede pra anular HC feito em seu nome

"O ex-presidente já instruiu seus advogados para que ingressem nos autos e requeiram expressamente o não conhecimento do Habeas Corpus", diz trecho da nota divulgada pelo Instituto Lula sobre um habeas corpus impetrado na Justiça Federal que pede para que o ex-presidente Lula não seja preso pela Operação Lava Jato caso o juiz Sérgio Moro assim decida; documento é de autoria de Maurício Ramos Thomaz, que já fez isso outras vezes, como em favor do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró; notícia foi publicada pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) nas redes sociais; "Estranhamos que a notícia tenha partido do Twitter e Facebook do senador Ronaldo Caiado", diz ainda o instituto

"O ex-presidente já instruiu seus advogados para que ingressem nos autos e requeiram expressamente o não conhecimento do Habeas Corpus", diz trecho da nota divulgada pelo Instituto Lula sobre um habeas corpus impetrado na Justiça Federal que pede para que o ex-presidente Lula não seja preso pela Operação Lava Jato caso o juiz Sérgio Moro assim decida; documento é de autoria de Maurício Ramos Thomaz, que já fez isso outras vezes, como em favor do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró; notícia foi publicada pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) nas redes sociais; "Estranhamos que a notícia tenha partido do Twitter e Facebook do senador Ronaldo Caiado", diz ainda o instituto
"O ex-presidente já instruiu seus advogados para que ingressem nos autos e requeiram expressamente o não conhecimento do Habeas Corpus", diz trecho da nota divulgada pelo Instituto Lula sobre um habeas corpus impetrado na Justiça Federal que pede para que o ex-presidente Lula não seja preso pela Operação Lava Jato caso o juiz Sérgio Moro assim decida; documento é de autoria de Maurício Ramos Thomaz, que já fez isso outras vezes, como em favor do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró; notícia foi publicada pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) nas redes sociais; "Estranhamos que a notícia tenha partido do Twitter e Facebook do senador Ronaldo Caiado", diz ainda o instituto (Foto: Gisele Federicce)

247 – O ex-presidente Lula solicitou a seus advogados que entrem com uma petição na Justiça argumentando não ter conhecimento do habeas corpus que pede que o ex-presidente não seja preso no âmbito da Operação Lava Jato, caso o juiz federal Sérgio Moro decida proceder desta forma.

"O ex-presidente já instruiu seus advogados para que ingressem nos autos e requeiram expressamente o não conhecimento do Habeas Corpus", diz trecho da nota divulgada pelo Instituto Lula, em que nega que o petista seja responsável pelo documento. O HC foi impetrado ontem por Maurício Ramos Thomaz, que se apresenta como consultor.

Mais cedo, o Instituto Lula declarou ter ficado sabendo do habeas corpus por meio da imprensa e manifestou estranheza sobre a divulgação da notícia ter sido feita pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO). O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) afirmou que o fato "dá sinal de armação" e acusou Caiado de "má-fé" e "irresponsabilidade".

Leia abaixo a íntegra da nota do Instituto Lula:

NOTA À IMPRENSA
Ex-presidente não entrou com pedido de habeas-corpus em Curitiba

São Paulo, 25 de junho de 2015,

Esclarecemos que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não entrou com o pedido de habeas-corpus impetrado em Curitiba, no dia 24/6/2015. Lembramos que esse tipo de ação pode ser feito por qualquer cidadão. Fomos informados pela imprensa da existência do Habeas Corpus e não sabemos no momento se esse ato foi feito por algum provocador para gerar um factoide.

O ex-presidente já instruiu seus advogados para que ingressem nos autos e requeiram expressamente o não conhecimento do Habeas Corpus.

Estranhamos que a notícia tenha partido do Twitter e Facebook do senador Ronaldo Caiado.

Assessoria de Imprensa do Instituto Lula

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247