Lula pede respeito ao "direito de defesa" de Milton Ribeiro: "valor monumental"

Ex-presidente não se posicionou especificamente sobre a prisão do ex-ministro, já que disse não estar a par das investigações

www.brasil247.com - Lula e Milton Ribeiro
Lula e Milton Ribeiro (Foto: REUTERS/Diego Vara | Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)


247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse não estar a par das investigações que levaram a Justiça Federal a decretar a prisão preventiva do ex-ministro da Educação  Milton Ribeiro, e ressaltou que o direito de defesa é um “valor monumental”. 

“A prisão depende de apuração, de prova. Você não pode prender porque vai prender. Não. Você tem prova contra o cidadão? Está provado que ele roubou? Você faz um processo e aí a Justiça decide se vai prender ou não. Eu defendo o direito à defesa para todo mundo. O direito à defesa é um valor monumental da democracia neste país. Eu não sei se (ele) já foi investigado, se tem uma autorização da Justiça para prender. Mas que ele foi um mau ministro da Educação, ele foi”, disse Lula ao ser questionado sobre a prisão de Ribeiro durante entrevista à Rádio Difusora de Manaus (AM). 

Além de Ribeiro, os pastores lobistas Gilmar Santos e Arilton Moura também foram presos pela Polícia Federal durante uma operação deflagrada na quarta-feira (22) para apurar um suposto esquema de corrupção e desvios envolvendo a liberação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-presidente Lula, que foi preso e teve o seu direito à defesa cerceado para que fosse impedido de disputar a eleição presidencial de 2018, readquiriu o direito de ser candidato nas eleições de 2022 após as condenações impostas a ele por meio da Operação Lava Jato terem sido anuladas. O ex-juiz Sergio Moro, então responsável pela 13ª Vara Federal em Curitiba,  foi declarado suspeito e parcial pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email