Lula: “por que nossos 60 mil soldados não combatem o fogo no Pantanal?”

“Se não estamos travando nenhuma guerra com outro país, por que nossos 50 ou 60 mil soldados não estão agindo para combater as queimadas na Amazônia e no Pantanal?”, questionou o ex-presidente Lula, que acrescentou: “a gravidade do incêndio é irresponsabilidade de Bolsonaro”

www.brasil247.com - Lula e Pantanal em chamas
Lula e Pantanal em chamas (Foto: Felipe Gonçalves/Brasil 247 | REUTERS/Amanda Perobelli)


 247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista concedida ao site DCM nesta terça-feira (15), lamentou as queimadas que destroem a região Norte e Centro-Oeste do país. Em sua visão, o exército deveria estar agindo no combate à chamas. “Por que nossos 60 mil soldados não combatem o fogo no Pantanal?”, questionou. 

Lula afirmou que existem efeitos climáticos que causam queimadas em diversas regiões do mundo, mas que o governo de Jair Bolsonaro tem se mostrado incompetente no enfrentamento ao problema.  “Salles [Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente) é descaracterizado de caráter. Não tem respeito pelos índios, pela natureza”. 

“Os incêndios não são apenas da responsabilidade Bolsonaro, mas a gravidade do incêndio passa a ser sim irresponsabilidade de Bolsonaro”, acrescentou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Saiba mais 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O secretário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Mato Grosso, Flávio José Ferreira, afirmou em entrevista ao Fórum Café, na manhã desta terça-feira (15), que o Ministério da Defesa tem proibido o Exército de atuar no combate aos incêndios no Pantanal. De acordo com ele, bombeiros e voluntários são os principais responsáveis por conter as chamas no bioma.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O Ministério da Defesa proibiu o Exército de ajudar. Segundo o governo, a Marinha que deveria dar o suporte, mas deram suporte com apenas um helicóptero. Há também cinco aviões que não estão sendo utilizados. Quem está combatendo o fogo de maneira árdua lá são os bombeiros do Mato Grosso e voluntários”, disse. “É uma tristeza… Animais mortos, falta de alimentação, se pensa no problema hoje e no amanhã também”, lamentou.

Asssista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email