Lula prova que FHC pediu dinheiro a Marcelo Odebrecht para seu instituto

Defesa de Lula aproveitou bem os 15 dias concedidos pelo juiz Sérgio Moro para examinar milhares de mensagens de e-mails recuperados por Marcelo Odebrecht depois de sair da prisão; foram encontrados cinco e-mails que se referem a contribuições da empresa ao Instituto FHC; em dois deles, o ex-presidente pede pessoalmente doações a Marcelo, em 2010; para a defesa, são provas de que doações a institutos de Lula e de FHC são legítimas

Defesa de Lula aproveitou bem os 15 dias concedidos pelo juiz Sérgio Moro para examinar milhares de mensagens de e-mails recuperados por Marcelo Odebrecht depois de sair da prisão; foram encontrados cinco e-mails que se referem a contribuições da empresa ao Instituto FHC; em dois deles, o ex-presidente pede pessoalmente doações a Marcelo, em 2010; para a defesa, são provas de que doações a institutos de Lula e de FHC são legítimas
Defesa de Lula aproveitou bem os 15 dias concedidos pelo juiz Sérgio Moro para examinar milhares de mensagens de e-mails recuperados por Marcelo Odebrecht depois de sair da prisão; foram encontrados cinco e-mails que se referem a contribuições da empresa ao Instituto FHC; em dois deles, o ex-presidente pede pessoalmente doações a Marcelo, em 2010; para a defesa, são provas de que doações a institutos de Lula e de FHC são legítimas (Foto: Paulo Emílio)

247 - Os advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediram a Sérgio Moro que anexe nove e-mails do empresário Marcelo Odebrecht relacionados ao processo sobre a compra de um terreno por parte da Empreiteira Odebrecht e que supostamente seria destinado ao Instituto Lula. Segundo a defesa, o material coloca em dúvida o depoimento de Marcelo Odebrecht e rebate as alegações do Ministério Público de que as doações feitas ao instituto foram efetuadas de maneira ilegal.

De acordo com a coluna Painel da Folha de São Paulo, cinco e-mails dizem respeito a contribuições feitas ao instituto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, hoje transformada em fundação. Segundo a defesa existem dois e-mails, datados de 1010, nos quais FHC pede diretamente que Marcelo Odebrecht faça doações ao instituto.

Para os advogados isso comprova que as doações feitas tanto para o Instituto Lula como para o instituto de FHC foram legais e não irregulares ou ilegais como sustenta o Ministério Público. Outras quatro mensagens também rebateriam os depoimentos nos quais Marcelo Odebrecht teria apontado o ex-assessor do ex-ministro Antonio Palocci, Branislav Kontic, como responsável por operar os pagamentos feitos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247