Lula: “PT precisa voltar a acreditar no seu poder de convencimento”

O ex-presidente Lula participou nesta segunda-feira, 31, do lançamento do Brasil em Movimento, da Fundação Perseu Abramo, pela qual ele deverá rodar o País ouvindo eleitores e denunciado o retrocesso do governo de Michel Temer; Lula defendeu o legado do PT, destacou que o partido precisa retomar o seu protagonismo. "O objetivo deles era tentar destruir o mais importante partido político de esquerda que esse país já conheceu. Com todos os defeitos que nós temos, não existe nada parecido com o nosso partido no país", disse Lula, ao lado da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann; "O PT não vencerá essa tarefa se não formos pra rua. O PT precisa voltar a acreditar no seu poder de convencimento e conversar com as pessoas", acrescentou; assista acima 

O ex-presidente Lula participou nesta segunda-feira, 31, do lançamento do Brasil em Movimento, da Fundação Perseu Abramo, pela qual ele deverá rodar o País ouvindo eleitores e denunciado o retrocesso do governo de Michel Temer; Lula defendeu o legado do PT, destacou que o partido precisa retomar o seu protagonismo. "O objetivo deles era tentar destruir o mais importante partido político de esquerda que esse país já conheceu. Com todos os defeitos que nós temos, não existe nada parecido com o nosso partido no país", disse Lula, ao lado da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann; "O PT não vencerá essa tarefa se não formos pra rua. O PT precisa voltar a acreditar no seu poder de convencimento e conversar com as pessoas", acrescentou; assista acima 
O ex-presidente Lula participou nesta segunda-feira, 31, do lançamento do Brasil em Movimento, da Fundação Perseu Abramo, pela qual ele deverá rodar o País ouvindo eleitores e denunciado o retrocesso do governo de Michel Temer; Lula defendeu o legado do PT, destacou que o partido precisa retomar o seu protagonismo. "O objetivo deles era tentar destruir o mais importante partido político de esquerda que esse país já conheceu. Com todos os defeitos que nós temos, não existe nada parecido com o nosso partido no país", disse Lula, ao lado da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann; "O PT não vencerá essa tarefa se não formos pra rua. O PT precisa voltar a acreditar no seu poder de convencimento e conversar com as pessoas", acrescentou; assista acima  (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta segunda-feira, 31, do lançamento do Brasil em Movimento, da Fundação Perseu Abramo, pela qual ele deverá rodar o País ouvindo eleitores e denunciado o retrocesso do governo de Michel Temer. 

Durante sua fala, Lula defendeu o legado do PT, destacou que o partido precisa retomar o seu protagonismo. "O objetivo deles era tentar destruir o mais importante partido político de esquerda que esse país já conheceu. Com todos os defeitos que nós temos, não existe nada parecido com o nosso partido no país", disse Lula, ao lado da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann. "O PT não vencerá essa tarefa se não formos pra rua. O PT precisa voltar a acreditar no seu poder de convencimento e conversar com as pessoas", acrescentou.

Lula defendeu que além da caravana, o PT volte a se conectar com mais firmeza com a juventude do País e com as minorias, como indígenas, o público LGBT, portadores de necessidades especiais, entre outros. Para isso, sugeriu a realização de conferências. "Não precisamos ter o governo para realizar conferências. Em alguns municípios, poderemos até colocar mais gente", disse o ex-presidente. 

O ex-presidente, que lidera a preferência do eleitor brasileiro para retornar à Presidência nas eleições de 2018, avaliou também que o PT precisar fortalecer sua presença no Congresso Nacional, por meio da eleição de deputados e senadores, para não depender fundamentalmente de alianças. "Se a gente não levar em conta a correlação de forças no Congresso Nacional depois teremos problemas na política de alianças", afirmou Lula. 

Assista ao vídeo acima. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247