Lula recebe mais um título de doutor honoris causa

A Universidade Nacional Del Comahue, da Argentina, concede nesta quinta-feira (27) um título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula, condenado sem provas e com ordem de prisão emitida sem o esgotamento de todos os recursos judicais; outra instituição de ensino superior do país vizinho, a Universidad Nacional de Rosario, também havia concedido o título ao ex-presidente, homenageado por integrar o povo latino-americano através da educação; reconhecimento dos feitos do governo Lula ultrapassa as fronteiras brasileiras

Lula recebe mais um título de doutor honoris causa
Lula recebe mais um título de doutor honoris causa

247 - A Universidade Nacional Del Comahue, da Argentina, concede nesta quinta-feira (27), um título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado sem provas e com prisão de ordem emitida sem o esgotamento de todos os recursos judicais.

Outra instituição de ensino superior argentina, a Universidad Nacional de Rosario, também havia concedido, em abril, o título ao ex-presidente, que foi homenageado por integrar o povo latino-americano através da educação.

Em 2010, quando ainda estava no governo, Lula oficializou, por exemplo, a criação da Universidade Federal da Integração Latino-americana (Unila) com sede em Foz do Iguaçu (PR), na fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. A instituição atua na integração cultural, social e acadêmico dos países do Mercosul.

O ex-presidente foi condenado no processo do triplex em Guarujá (SP), com uma sentença questionada por vários juristas. Inclusive, na apresentação da denúncia em setembro de 2016, o procurador Henrique Pozzobon admitiu que não havia "prova cabal" de que Lula era o proprietário do triplex em Guarujá (SP). Segundo a acusação do Ministério Público Federal, ele receberia o apartamento como propina da OAS. Outro detalhe é que, em janeiro deste ano (2018), a Justiça do Distrito Federal determinou a penhora dos bens da construtora, dentre eles o imóvel que a Operação Lava Jato atribuía ao ex-presidente.

Lula recebeu solidariedade em várias partes do mundo como Estados Unidos, México, Portugal, Espanha, Argentina e Chile. Mesmo preso, a principal liderança popular do País assegurava a primeira posição em todas as pesquisas eleitorais. Depois de oficializar Fernando Haddad como candidato do PT à presidência da República, o ex-presidente agora vê os levantamentos apontando um segundo turno entre o seu correligionário e o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), com Haddad vencendo e, como consequência, dar o pontapé inicial para colocar em prática uma agenda com legitimidade popular que retome o crescimento econômico, a soberania nacional e os direitos sociais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247