Lula recorre ao STF para travar ação do caso Odebrecht

Advogados do ex-presidente pedem que caso só avance após Comitê da ONU avaliar se Moro violou direitos civis e políticos; ação penal investiga se o petista recebeu vantagens indevidas da Odebrecht

Lula recorre ao STF para travar ação do caso Odebrecht
Lula recorre ao STF para travar ação do caso Odebrecht (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Mácio Falcão, do Portal Jota - A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que o Supremo Tribunal Federal suspenda ação penal do petista por suposto recebimento de vantagens indevidas da Odebrecht até que o Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) julgue se ele teve seus direitos civis e políticos foram violados pelo juiz Sergio Moro.

A ação penal está na fase final na Justiça Federal do Paraná. A defesa alega que o Comitê da ONU estabeleceu que, com efeito vinculante aos Três Poderes — que se abstenha de realizar "qualquer ação que impeça ou frustre a apreciação de um Comunicado pelo Comitê alegando violação do Tratado"

Leia aqui a íntegra da reportagem.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email