Lula sobre Paulo Guedes: 'demolidor de sonhos'

Em 45 minutos de discurso, o ex-presidente Lula fez mais críticas à política econômica de Paulo Guedes do que a quase totalidade dos economistas brasileiros em 11 meses de governo Bolsonaro. Lula chamou Guedes de "demolidor de sonhos”, “destruidor de empregos e de empresas públicas brasileiras"

Lula em frente à vigília em Curitiba, após deixar a prisão
Lula em frente à vigília em Curitiba, após deixar a prisão (Foto: Gibran Mendes / CUT Paraná)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  Em 45 minutos, o ex-presidente Lula fez mais críticas à política do ministro da Economia, Paulo Guedes, do que a totalidade dos economistas brasileiros em 11 meses de governo Bolsonaro. Lula chamou Guedes de "demolidor de sonhos”, “destruidor de empregos e de empresas públicas brasileiras."

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que Lula "criticou a proposta de se trocar a carteira de trabalho azul pela verde e amarela, que reduz direitos, e questionou como um presidente que deu um jeito de não trabalhar e se aposentou jovem como militar pôde fazer uma reforma da Previdência que mexeu com os direitos de todos."

Lula ainda "questionou que, apesar de o juro cair, essa queda não chega à população, o que é um fato. Como ele disse, não chega ao cheque especial, ao consumidor, ao crediário das Casas Bahia, símbolo de compra da baixa renda. Na semana em que o IBGE apontou avanço na pobreza extrema, Lula retomou também o discurso social que sustentou suas falas desde os anos 1980 e fez isso contrapondo realidades. Disse que milhões vivem com R$ 413 por mês e precisam de serviços e programas sociais, incluindo mais transporte, remédios, emprego."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247