HOME > Brasil

Lula volta a criticar o racismo: "Não podemos achar normal"

Em discurso, o presidente ainda abordou sobre a alta taxa de letalidade envolvendo pessoas negras

Lula (Foto: Ricardo Stuckert)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a criticar o racismo nesta quinta-feira (21) e demonstrou preocupação com a alta taxa de letalidade envolvendo pessoas negras. 

“Todos os dias pessoas negras, crianças, jovens, adultos e idosos são vítimas de múltiplas violações de direitos que nós, poder público e sociedade, não podemos aceitar” afirmou durante o evento de lançamento do Plano Juventude Negra Viva, realizado em Ceilândia (DF).

No discurso, Lula ainda defendeu um Brasil em que as pessoas tenham igual acesso a oportunidades.

"Não podemos achar normal. Não podemos assistir apáticos ao extermínio da juventude negra do nosso país, queremos nossos jovens com acesso a oportunidades que eles tem direito, um país com menos desigualdade”, disse.

O presidente ainda lembrou do caso de racismo contra o futebolista brasileiro Vini Jr. O jogador atua no clube Real Madrid e sofre insultos racistas na Espanha desde 2021. Mais de 10 denúncias já foram feitas pela LaLiga. (Com informações de Correio Braziliense).

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados