Luta política sobre CPI da Lava Toga divide a base do governo Bolsonaro

A coluna Painel da Folha de S.Paulo informa que a separação entre bolsonaristas e lavajatistas já ocorreu. Destaca que a base de apoio do governo está dividida em tono da CPI da Lava Toga, a ponto de ser considerada por setores da direita e centro-direita como um marco decisivo na relação do clã Bolsonaro com sua militância e com o PS

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A coluna Painel da Folha de S.Paulo informa que a separação entre bolsonaristas e lavajatistas já ocorreu. Destaca que a base de apoio do governo está dividida em tono da CPI da Lava Toga, a ponto de ser considerada por setores da direita e centro-direita como um marco decisivo na relação do clã Bolsonaro com sua militância e com o PSL.  

Olavo de Carvalho, guru do Bolsonarismo, fez um apelo radical por apoio incondicional à pessoa de Jair Bolsonaro e não a pautas, como o combate à corrupção. Foi um aceno ao núcleo mais duro do bolsonarismo e um estímulo ao expurgo dos outros grupos de seus apoiadores. 

É como está sendo interpretado o vídeo postado por Olavo de Carvalho no último fim de semana dando ordem unida para combater com prioridade o comunismo e o Foro de São, e bão a corrupção. "Vamos combater a corrupção? Não! Vamos combater o comunismo primeiro, seus idiotas. (…) O problema do Brasil não é a corrupção, é o Foro de São Paulo”, diz.  

Carvalho, com o apoio do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), defende a formação de uma militância que seja só de Jair Bolsonaro, e não de pautas. 

Integrantes do PSL viram na fala “um culto personalista, que vai levar o presidente ao isolamento, afastando os que têm qualquer racionalidade”.  

Aliados de Bolsonaro dizem que ele se ressente dos que ajudou a eleger “e hoje só atrapalham”. A situação de Major Olímpio (PSL-SP) já é insustentáve no partido. O ataque dele a Flávio Bolsonaro foi interpretado como sinal de que o senador quer cavar uma saída da sigla, tentando levar outros consigo.  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email