Má gestão de Bolsonaro pode fazer conta de luz subir mais 15%

Com o Brasil à beira de um apagão, Jair Bolsonaro pediu ontem para que os brasileiros desliguem pontos de luz; aumento da energia irá pressionar ainda mais a inflação já descontrolada

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – Tendo como única "realização" de seu governo o fim do horário de verão, que servia para economizar energia, Jair Bolsonaro pediu ontem para que os brasileiros reduzam o consumo de energia e o próximo passo pode vir a ser o aumento ainda maior das contas de luz dos brasileiros.

"Representantes de distribuidoras, associações de consumidores e analistas de mercado estimam que a bandeira 2 vermelha —a mais cara na conta de luz— terá de dobrar de valor em setembro para cobrir a alta dos custos de geração de energia. Se a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) adotar medida nesse sentido, a conta de luz passará por um reajuste médio de 15,2%", aponta reportagem publicada pela Folha de S. Paulo nesta sexta-feira.

A medida deve contribuir ainda mais para o aumento da inflação, que já estourou a meta, e se aproxima de dois dígitos no Brasil.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email