CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Má notícia para os réus: Peluso vai votar

Embora sua aposentadoria esteja prevista para 3 de setembro, ele sinaliza que deve antecipar voto e que já formou seu juízo

Má notícia para os réus: Peluso vai votar (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Um voto pró-condenação dos réus da Ação Penal 470 parece certo. E deve partir do ministro Cezar Peluso, que se aposenta no dia 3 de setembro. Até lá, ao que tudo indica, o cronograma do julgamento não deverá ter sido concluído, mas ele pretende antecipar seu voto. E um de seus interlocutores antecipou à jornalista Monica Bergamo que seu juízo já foi antecipado. Leia:

VOTO CERTO
O ministro Cezar Peluso deve mesmo antecipar seu voto no julgamento do mensalão, caso ele não termine antes de sua aposentadoria no STF (Supremo Tribunal Federal), marcada para o dia 3 de setembro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

VOTO CERTO 2
"O regimento do STF permite expressamente o voto", disse à coluna um dos juristas mais respeitados do país, amigo íntimo e interlocutor frequente de Peluso. Advogados defendem que ele não vote, já que não teria possibilidade de alterar seu parecer caso surgisse um fato novo depois de sua saída da corte.

VOTO CERTO 3
O interlocutor de Peluso contesta: "Se o juiz antecipa o voto, é porque já está plenamente convencido da culpa do réu. E não vai mudar sua convicção".-

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Se tivesse dúvidas, o ministro decano não teria nem sequer participado do início das discussões, como fez nesta semana.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO