Maioria da população apoia medidas de contenção contra coronavírus, diz Datafolha

A quarentena temporária, como a que foi decretada em São Paulo pelo governador João Doria, tem apoio de 73%, enquanto apenas 24% a rejeitam. Dados vão na contramão do que pensa Jair Bolsonaro

(Foto: Jorge Araujo / Fotos Públicas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - Medidas de restrição à circulação de pessoas adotadas por Estados e municípios para reduzir a disseminação do coronavírus no país são apoiadas pela maioria da população, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada neste domingo.

A quarentena temporária, como a que foi decretada no Estado de São Paulo pelo governador João Doria com duração de 15 dias, tem o apoio de 73%, enquanto apenas 24% a rejeitam, de acordo com a pesquisa publicada no jornal Folha de S.Paulo.

Outras medidas têm apoio ainda maior da população. A suspensão de eventos com mais de 100 pessoas é aprovada por 95%; a suspensão de viagens de avião para outros países tem apoio de 94%; e a suspensão de aulas nas escolas, de viagens e o fechamentos de fronteiras receberam o apoio de 92% dos entrevistados.

As medidas de restrição de circulação adotadas pelos Estados têm sido criticadas pelo presidente Jair Bolsonaro, que chegou a chamar governadores de irresponsáveis por estarem provocando desemprego ao determinarem o fechamentos de estabelecimentos comerciais e de serviços não essenciais à população.

Mais de 80% dos entrevistados disseram ser a favor da suspensão de cultos e missas — medida que também foi criticada por Bolsonaro.

A pesquisa Datafolha, que ouviu 1.558 pessoas entre os dias 18 e 20 de março, por telefone, apontou ainda que 74% da população tem medo de ser infectada pelo novo coronavírus, sendo que 36% disseram ter muito medo e 38% disseram ter um pouco de medo. Apenas 26% disseram não ter medo.

O Datafolha explicou que realizou a pesquisa por telefone para evitar contato pessoal entre pesquisadores e entrevistados devido ao risco de contaminação. O levantamento tem margem de erro de 3 pontos percentuais.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email