CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Maioria do STF condena dois ex-executivos do Banco Rural

Com voto contrário da ministra Cármen Lúcia, Kátia Rabello e José Roberto Salgado somam seis condenações no Supremo e, a não ser que algum dos ministros mude de ideia até o fim do julgamento da Ação Penal 470, estão condenados pelo chamado esquema do 'mensalão'; julgamento segue nesta quinta-feira

Maioria do STF condena dois ex-executivos do Banco Rural (Foto: Edição/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Ao contrário dos colegas, a ministra Cármem Lúcia foi direta e breve ao votar pela condenação dos réus Kátia Rabello, José Roberto Salgado e Vinícius Samarane, três réus do núcleo financeiro da Ação Penal 470. Voto idêntico, que absolveu Ayanna Tenório, havia sido dado pelos ministros Rosa Weber, Luiz Fux e Dias Toffoli.

Em seu voto, Cármem Lúcia citou a lei da economia popular e a confiança que o povo tem que ter para repassar seu dinheiro aos bancos. Ela disse que, neste ponto, identificou a gestão fraudulenta do Banco Rural, de onde, segundo a acusação da Procuradoria-Geral da República, saiu o dinheiro para abastecer o chamado esquema do 'mensalão'.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO