Maioria dos brasileiros considera que há corrupção no governo Bolsonaro, segundo Datafolha

Percentual dos que consideram existência de corrupção no governo Bolsonaro é de 69%

www.brasil247.com - Os casos de corrupção praticados pelo clã Bolsonaro foram notórios durante o mandato
Os casos de corrupção praticados pelo clã Bolsonaro foram notórios durante o mandato (Foto: Pixabay | Reprodução)


247 - Para 69% dos brasileiros, há corrupção no governo de Jair Bolsonaro (PL), segundo a mais recente pesquisa do Datafolha, feita de terça (20) a quinta (22). Em sua campanha pela reeleição, Bolsonaro tem intensificado acusações mentirosas a Lula. 

Bolsonaro tem mentido de maneira recorrente quando se refere à corrupção. "Sempre que tem oportunidade, como no discurso de abertura da Assembleia-Geral da ONU nesta semana, Bolsonaro diz que 'extirpou a corrupção no país' e tenta associar as práticas aos anos do PT no poder", destaca reportagem da Folha de S.Paulo.

Mas os casos de corrupção envolvendo sua família e seu governo abundaram ao longo de seu mandato. No âmbito familiar, casos como o das "rachadinhas". No administrativo, traficâncias no Ministério da Saúde envolvendo vacinas e o escândalo dos pastores do MEC são alguns dos casos mais notórios.

A percepção de que há corrupção é, de forma natural, maior entre os 44% que consideram o governo ruim ou péssimo: neste segmento, 93% afirmam que há corrupção no governo de Bolsonaro. 

A pesquisa do Datafolha foi contratada pela Folha e pela TV Globo, e seu registro no TSE tem o número BR-04180/2022.

Em programa eleitoral nesta quinta-feira (22), a campanha de Lula desmascarou as mentiras de Bolsonaro.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email