Mais um crime de Abdelmassih, o médico monstro

Alm de estuprar pacientes, o mdico Roger Abdelmassih trocava material gentico dos clientes, segundo a revista poca; 8 mil bebs no so filhos dos casais com os quais vivem

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_Nos últimos anos, o Brasil se horrorizou com a história do médico Roger Abdelmassih, donos de uma das mais caras clínicas de reprodução humana do País. Acusado de estuprar dezenas de pacientes sob efeito de sedativos, Abdelmassih foi condenado há 278 anos de prisão – e fugiu. O que parecia o máximo de um show de horrores, revela-se agora apenas como um capítulo de um das mais perversas histórias de desumanidade, crueldade e charlatanismo na medicina brasileira. Segundo a revista Época, a clínica do médico teria sido responsável pela geração de cerca de 8 mil bebês cujos pais biológicos não são os que imagem ser, devido à troca proposital de material genético. A conclusão, segundo a revista, foi extraída de dois inquéritos e a entrevista com o engenheiro químico Paulo Henrique Ferraz Bastos, um ex-colaborador de Abdelmassih.

De acordo com Época, “as autoridades estão convencidas de que Abdelmassih enganava seus clientes e implantava no útero da futura mãe, sem conhecimento do casal, embriões formados a partir de óvulos e espermatozoides de outras pessoas. Os pais biológicos das crianças são outros”. Pelo menos três casais, segundo a revista, já descobriram por meio de exames de DNA que não são pais das crianças que vivem com eles.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247