Malafaia diz que lideranças evangélicas fizeram lista tríplice para o STF

O empresário Silas Malafaia afirmou que 95% das lideranças evangélicas assinaram a lista, sendo que 90% destes eram a favor da escolha de um nome específico: William Douglas

Silas Malafaia e Jair Bolsonaro
Silas Malafaia e Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em vídeo postado nas redes sociais, o empresário Silas Malafaia diz que 95% das lideranças evangélicas assinaram uma lista tríplice com nomes para Jair Bolsonaro indicar ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Estava na lista o advogado e ex-desembargador eleitoral Jackson Di Domenico, o membro do Ministério Público Federal de Brasília José Eduardo Sabo Paes e o juiz federal William Douglas. Malafaia afirmou que 90% dos que assinaram a lista eram a favor da escolha do último nome.

No vídeo, o empresário critica fortemente o nome de Kassio Nunes por suas possíveis ligações com a esquerda e ainda fala contra Bolsonaro, chamando-o de "cabo eleitoral" do indicado. "O presidente virou cabo eleitoral e advogado de indicado ao STF. Nem os presidentes petistas, Lula e Dilma, foram advogados de indicados. A biografia do indicado é que lhe defende. O presidente não pode descer a esse nível, é ridículo! Ridículo!".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247