CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Malafaia volta a pedir para ser preso chamando Moraes de ditador e pede que comandantes das Forças Armadas renunciem aos cargos

Ao lado de Jair Bolsonaro neste domingo, 21, em um ato de extremistas em Copacabana, no Rio de Janeiro, o empresário da fé Silas Malafaia discursou e fez vários ataques

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Ao lado de Jair Bolsonaro neste domingo, 21, em um ato de extremistas em Copacabana, no Rio de Janeiro, o empresário da fé Silas Malafaia discursou e fez vários ataques ao STF e ao PT, além de chamar de ditadura a PL das fake news que pretende regulamentar o conteúdo vinculado nas redes.

“Essa PL da fake news, do ditador Alexandre de Moraes, é uma censura desta ditadura, não podemos permitir isso”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O empresário da fé ainda disse que "Alexandre de Moraes jogou o STF na lata do lixo" e defendeu que os comandantes das Forças Armadas renunciem aos seus cargos imediatamente;

Malafaia ainda classificou o presidente do senado, Rodrigo Pacheco, como omisso, frouxo e covarde. “não honra o povo mineiro”.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO