Massacre de Suzano foi um crime anunciado, diz professora da UFC

A professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) Lola Aronovich afirma em seu blog que, após a tragédia que deixou 10 mortos, contando com os dois atiradores que se mataram, numa escola de Suzano (SP), não teve "dúvida que era um crime de ódio"

Massacre de Suzano foi um crime anunciado, diz professora da UFC
Massacre de Suzano foi um crime anunciado, diz professora da UFC

247 - A professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) Lola Aronovich afirma em seu blog que, após a tragédia que deixou 10 mortos, contando com os dois atiradores que se mataram, numa escola de Suzano (SP), não teve "dúvida que era um crime de ódio".

Antes do tiroteio, afirma ela, um dos assassinos "havia matado o tio, para pegar o carro dele".

"Depois de toda a matança, ao ouvirem a polícia chegando, os dois se mataram. Um horror, e o que eu mais temia: que, com a liberação das armas (uma promessa de campanha de Bolsonaro), com toda a propaganda a respeito de armas de fogo, esse tipo de massacre passasse a ser mais comum no Brasil", disse.

 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247