Matias Spektor: visão de Ciro tem perna bamba

 "Ciro prometeu restaurar a ordem jogando pelas velhas regras do jogo. Afirmou não ter problema algum em pular na cama com o atraso para formar sua base aliada, usando para isso os instrumentos tradicionais do presidencialismo de coalizão", avalia o professor de Relações Internacionais da FGV Matias Spektor afirmou nesta quinta-feira, 31, que o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes; "Nada em sua fala denotou assombro com a natureza das regras ou indicou algum tipo de ambição de modificá-las"

 "Ciro prometeu restaurar a ordem jogando pelas velhas regras do jogo. Afirmou não ter problema algum em pular na cama com o atraso para formar sua base aliada, usando para isso os instrumentos tradicionais do presidencialismo de coalizão", avalia o professor de Relações Internacionais da FGV Matias Spektor afirmou nesta quinta-feira, 31, que o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes; "Nada em sua fala denotou assombro com a natureza das regras ou indicou algum tipo de ambição de modificá-las"

247 - O professor de Relações Internacionais da FGV Matias Spektor afirmou nesta quinta-feira, 31, que o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, deu "show de marketing de campanha" durante sua participação no programa no Roda Viva desta semana.

"Se faltam alimentos nas prateleiras dos supermercados e autoridades veem-se obrigadas a explicar por que seria impossível e indesejável o Brasil assistir a uma 'intervenção militar constitucional', Ciro achou mensagem certeira", diz ele. 

No entanto, Spektor avalia que a visão do pré-candidato pedetista tem "perna bamba". "Ciro prometeu restaurar a ordem jogando pelas velhas regras do jogo. Afirmou não ter problema algum em pular na cama com o atraso para formar sua base aliada, usando para isso os instrumentos tradicionais do presidencialismo de coalizão", diz ele. 

"Em sua visão, tais regras só trazem problemas quando o presidente em função não sabe usá-las direito. Nada em sua fala denotou assombro com a natureza das regras ou indicou algum tipo de ambição de modificá-las", opina o colunista da Folha de S. Paulo. 

"A julgar pelo Roda Viva, Ciro tem tudo para competir com força pelo Planalto. Mas sua chance de produzir ordem no processo —ao invés de desordem— é questionável", acredita. 

Leia o texto na íntegra

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

247 faz apelo por debate responsável na internet

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247