Mauro Lopes: Ciro piscou para a direita

O jornalista Mauro Gomes analisa o programa do presidenciável Ciro Gomes (PDT), que tem como proposta a abertura do setor de refino à concorrência, com permissão para que empresas privadas construam novas refinarias;  "Ciro piscou para a direita", observa o jornalista; Assista a íntegra do programa "Giro das 11"

O jornalista Mauro Gomes analisa o programa do presidenciável Ciro Gomes (PDT), que tem como proposta a abertura do setor de refino à concorrência, com permissão para que empresas privadas construam novas refinarias;  "Ciro piscou para a direita", observa o jornalista; Assista a íntegra do programa "Giro das 11"
O jornalista Mauro Gomes analisa o programa do presidenciável Ciro Gomes (PDT), que tem como proposta a abertura do setor de refino à concorrência, com permissão para que empresas privadas construam novas refinarias;  "Ciro piscou para a direita", observa o jornalista; Assista a íntegra do programa "Giro das 11" (Foto: Lais Gouveia)

TV 247 - O jornalista Mauro Lopes analisou na manhã desta quinta-feira (14), durante o programa "Giro das 11", a aproximação do pré-candidato Ciro Gomes  (PDT) a pautas da direita, como o interesse de ter investimento privado em refinarias da Petrobras. "Ciro piscou para a direita", avalia o jornalista. 

Segundo afirmou o coordenador de campanha de Ciro Gomes (PDT), o economista Nelson Marconi, em entrevista à Agência Reuters, o programa de governo de Ciro tem como proposta a abertura do setor de refino à concorrência, com alienação de ativos da Petrobras e permissão para que empresas privadas construam novas refinarias. 

Mais tarde, o economista publicou uma nota em seu Facebook negando que haja no programa de Ciro o plano de privatizar refinarias. "É importante esclarecer que em nenhum momento eu falo em privatizar refinarias da Petrobrás, que fique em claro; esta medida NÃO é parte de nosso programa. Entendemos, isso sim, que deve haver mais competição no refino, como o título da matéria diz, e, portanto, vemos com bons olhos se o setor privado também investir no refino", diz ele (leia aqui).

Mauro Lopes avalia tal propósito como um aceno à direita. "Ele já está dando como certo que Lula não será candidato e que toda a esquerda será obrigada a apoiá-lo. Com base nisso, ele faz um movimento de ampliação à direita, tentando aproximar-se às siglas Democratas (DEM) e Partido Progressista (PP)". 

O jornalista comenta a entrevista que Ciro Gomes concedeu nesta quarta-feira (13) a Caetano Veloso. "Apesar de criticar o PSDB, Ciro derrete elogios ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante a entrevista. Ele está tentando ser o Lula nesta eleição fazendo o movimento da carta aos brasileiros, mas Ciro não é Lula", argumenta.

Mauro Lopes destaca que há um conflito entre Ciro e o PT. "Tal fato é evidente, mas, em outro ponto de vista, a não ser que Ciro feche neste momento com a direita, projeto um segundo turno com setores progressistas unidos", conclui. 

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa "Giro das 11": 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247