Médico indica a paciente vídeos de Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino para tratamento precoce contra o coronavírus

Médico e atirador esportivo de Natal (RN), Bruno Matoso indicou a uma paciente com sintomas de coronavírus remédios sem comprovação científica e sugeriu que a mulher assistisse a dois vídeos no Youtube dos jornalistas Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino, apoiadores de Jair Bolsonaro. Veja a recomendação dentro da matéria

Médico recomenda vídeos de Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino contra o coronavírus
Médico recomenda vídeos de Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino contra o coronavírus (Foto: Reprodução / Marcello Casal Jr - Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

No Saiba Mais - Uma parcela da categoria médica de Natal está indo além de receitar medicamentos sem comprovação científica para o combate a covid-19. É o caso do médico e atirador esportivo natalense Bruno Matoso. Durante a semana, atendendo no pronto-socorro do hospital Rio Grande, ele indicou a uma paciente com sintomas de covid remédios como Azitromicina e Ivermectina, ambos já rejeitados pela comunidade científica mundial no combate à pandemia, e ainda recomendou que a mulher assistisse a dois vídeos no Youtube dos jornalistas Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino sobre orientações ao tratamento precoce da doença.

Garcia e Constantino não têm conhecimento técnico sobre o tema, são defensores radicais do presidente Jair Bolsonaro e vêm fazendo campanha em favor do chamado “kit-covid”, que inclui ainda a cloroquina e a hidroxicloroquina, medicamentos que também são inócuos no tratamento a covid-19, segundo as principais organizações nacionais e internacionais de saúde.

O médico Bruno Matoso foi candidato a vereador de Natal em 2020 pelo PRTB, partido do vice-presidente Hamilton Mourão, mas obteve apenas 240 votos. Em vídeo divulgado em 30 de outubro, próximo das eleições, se disse “cristão e conservador”, chamou de “vírus chinês” o coronavírus, afirmou que ele e a esposa contraíram a covid-19, mas ressaltou que há uma doença ainda mais perigosa: o sistema. 

pandemia-bolsonarismo-recomendacao
Reprodução (no Saiba Mais)

Leia a íntegra no Saiba Mais

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email