Médicos bolsonaristas perdem processo contra a Globo e tomam invertida de juíza

A associação Médicos pela Vida, que municiou o gabinete paralelo na pandemia, queria direitos de resposta após uma reportagem da Globo criticar o tratamento precoce contra a Covid-19. A instituição levou uma bronca da juíza Daniela Dejuste de Paula na sentença. Atua de forma "temerária em favor de interesses escusos", disse a magistrada

www.brasil247.com -
(Foto: REPRODUÇÃO)


247 - A associação Médicos pela Vida, grupo de profissionais de saúde que se reuniu para municiar o 'gabinete paralelo' na pandemia, perdeu um processo em que pedia "direito de resposta" à Globo por uma reportagem veiculada no Fantástico em março deste ano. A matéria, apresentada por Tadeu Schmidt e Poliana Abritta, mostrava evidências contra o uso de cloroquina no tratamento da Covid-19. 

O gabinete ajudava o Ministério da Saúde a implementar políticas de enfrentamento à Covid-19, porém com remédios ineficazes para o tratamento da doença.

De acordo com o portal Uol, na sentença, a juíza Daniela Dejuste de Paula, da 29ª Vara Cível de São Paulo, criticou a postura dos profissionais de saúde que fazem parte da associação.

"Causa espanto, no mínimo, que uma entidade como a autora, que deveria concentrar esforços no sentido de defender a saúde, entendida em sentido amplo, atue de maneira temerária em favor de interesses escusos, contrários à coletividade e à própria finalidade. Causa espanto que ainda haja profissionais da saúde dispostos a se valer de informações falsas em detrimento da saúde de seus pacientes".

A indenização pedida pelos médicos bolsonaristas era de R$ 10 mil.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email