Médicos teriam retirado 1 kg de conteúdo fecal de Bolsonaro por meio de sonda no nariz

Procedimento foi feito no Hospital das Forças Armadas, por meio de sonda nasogástrica. Bolsonaro foi diagnosticado com uma obstrução intestinal e transferido para São Paulo, onde pode passar por cirurgia de emergência

(Foto: Divulgação | @jairbolsonaro)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Horas após dar entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA) de Brasília, na manhã desta quarta-feira (14), apresentando soluços persistentes, Jair Bolsonaro foi submetido a um procedimento com sonda nasogástrica em que foram retirados cerca de 1kg de conteúdo fecal. A informação foi divulgada pelo jornalista Renato Rovai, da Revista Fórum

A suspeita é que uma hérnia no intestino, que havia sido detectada, tenha provocado o quadro atual. O acúmulo de material fecal no intestino pode provocar sintomas como desconforto, dor, cólicas e soluços, sinais que Bolsonaro já vem apresentando há mais de uma semana.

Jair Bolsonaro enfrenta um quadro de obstrução intestinal e foi transferido de Brasília para São Paulo para que os médicos façam novos exames e avaliem a necessidade de uma cirurgia de emergência.

PUBLICIDADE

Ele chegou no início da noite ao Hospital Vila Nova Star, na capital paulista, onde atende o cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo, que cuida de Bolsonaro desde a suposta facada na eleição de 2018.

Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email