Mello Franco: em encontro com Trump, Bolsonaro só faltou pedir autógrafo

Para o colunista Bernardo Mello Franco, o presidente Jair Bolsonaro "realizou um sonho. O presidente não disfarçou a emoção ao despontar ao lado de Donald Trump nos jardins da Casa Branca. Parecia um garoto diante de um ídolo do futebol. Só faltou pedir autógrafo". Mello Franco observa que diante de Trump, Bolsonaro "foi muito além do protocolo" e abriu mão dos interesses nacionais em benefício dos EUA

Mello Franco: em encontro com Trump, Bolsonaro só faltou pedir autógrafo
Mello Franco: em encontro com Trump, Bolsonaro só faltou pedir autógrafo
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Para o colunista Bernardo Mello Franco, o presidente Jair Bolsonaro "realizou um sonho. O presidente não disfarçou a emoção ao despontar ao lado de Donald Trump nos jardins da Casa Branca. Parecia um garoto diante de um ídolo do futebol. Só faltou pedir autógrafo". Mello Franco observa que diante de Trump, Bolsonaro "foi muito além do protocolo".

"Disse que sua admiração pelos EUA aumentou depois da eleição de Trump. Imitou chavões do anfitrião, que costuma acusar os críticos de difundir "fake news". Depois afirmou que acredita "piamente" na reeleição do republicano", pontua. "A declaração pode causar problemas ao Brasil se o Partido Democrata voltar ao poder em 2020", ressalta ele em sua coluna no O Globo.

Mello Franco destaca, ainda que "o presidente voltou a apequenar o Itamaraty na visita. Ele levou o filho Eduardo para a conversa com Trump no Salão Oval, enquanto o ministro Ernesto Araújo ficou do lado de fora. A escolha reforçou a ideia de que o Brasil tem um chanceler decorativo. Quem manda na diplomacia é o Zero Três" e que em relação ao comércio internacional "Bolsonaro trocou vantagens concretas por promessas que podem ou não se realizar. Ele abriu mão de benefícios na OMC, retirou os impostos da importação de trigo americano e liberou o lançamento de foguetes na Base de Alcântara. "Economizaremos muito dinheiro", festejou Trump".

Leia a íntegra da Coluna.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247