Mello Franco: ficou claro que o presidente não estava preparado para o cargo

O jornalista Bernardo Mello Franco avalia que ás vésperas de Jair Bolsonaro completar 100 dias à frente da Presidência da República, "já ficou claro que o presidente não estava preparado para o cargo"; "Até aqui, o capitão já abriu fogo contra adversários reais e imaginários. Bradou contra o socialismo, atacou países vizinhos, ofendeu parceiros comerciais e brigou com políticos que se dispunham a apoiá-lo", ressalta

Mello Franco:  ficou  claro que o presidente não estava preparado para o cargo
Mello Franco: ficou claro que o presidente não estava preparado para o cargo

247 - O jornalista Bernardo Mello Franco avalia que ás vésperas de Jair Bolsonaro completar 100 dias à frente da Presidência da República, "já ficou claro que o presidente não estava preparado para o cargo".
"Até aqui, o capitão já abriu fogo contra adversários reais e imaginários. Bradou contra o socialismo, atacou países vizinhos, ofendeu parceiros comerciais e brigou com políticos que se dispunham a apoiá-lo", ressalta.

"Além de manter o tom belicoso da campanha, o presidente permitiu que a Esplanada virasse um parque de diversões da extrema direita. Nos episódios mais caricatos da disneylândia olavista, a ministra das Mulheres disse que as meninas deveriam vestir rosa e o ministro das Relações Exteriores prometeu libertar o Itamaraty do "marxismo cultural". No mais perigoso, o ministro da Educação ameaçou mudar os livros didáticos para exaltar o golpe de 1964", avalia.

Para ele, "as confusões da largada produziram um desgaste precoce no governo. A popularidade do presidente despencou 15 pontos, e o mercado financeiro começou a trocar a euforia pela cautela", afirma.

Leia a integra da análise.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247