Mercadante sai em defesa do ajuste fiscal

O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, defendeu nesta segunda-feira a realização do ajuste fiscal para manter o grau de investimento no Brasil; segundo o ministro, as agências de classificação de risco devem manter o rating brasileiro se o país fizer o ajuste fiscal, acrescentando que o grau de investimento é necessário para atrair recursos externos para investir em infraestrutura

O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, defendeu nesta segunda-feira a realização do ajuste fiscal para manter o grau de investimento no Brasil; segundo o ministro, as agências de classificação de risco devem manter o rating brasileiro se o país fizer o ajuste fiscal, acrescentando que o grau de investimento é necessário para atrair recursos externos para investir em infraestrutura
O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, defendeu nesta segunda-feira a realização do ajuste fiscal para manter o grau de investimento no Brasil; segundo o ministro, as agências de classificação de risco devem manter o rating brasileiro se o país fizer o ajuste fiscal, acrescentando que o grau de investimento é necessário para atrair recursos externos para investir em infraestrutura (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, defendeu nesta segunda-feira a realização do ajuste fiscal para manter o grau de investimento no Brasil.

Segundo o ministro, as agências de classificação de risco devem manter o rating brasileiro se o país fizer o ajuste fiscal, acrescentando que o grau de investimento é necessário para atrair recursos externos para investir em infraestrutura.

Sobre o dólar, Mercadante afirmou que a moeda norte-americana já está em um patamar bastante favorável à indústria.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247