Ministério da Cidadania reunirá Igualdade, Direitos Humanos e Mulheres

Presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu criar o ministério da Cidadania, que unirá as pastas de Mulheres, Igualdade Racial, Direitos Humanos e Secretaria-Geral; nova pasta será comandada por Miguel Rossetto, atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência; Dilma informou sua decisão em reunião com Rossetto, Eleonora Menicucci (Mulheres), Pepe Vargas (Direitos Humanos) e Nilma Gomes (Igualdade Racial); presidente também se reuniu com o vice Michel Temer para acertar detalhes do espaço do PMDB na nova configuração ministerial

www.brasil247.com - Presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu criar o ministério da Cidadania, que unirá as pastas de Mulheres, Igualdade Racial, Direitos Humanos e Secretaria-Geral; nova pasta será comandada por Miguel Rossetto, atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência; Dilma informou sua decisão em reunião com Rossetto, Eleonora Menicucci (Mulheres), Pepe Vargas (Direitos Humanos) e Nilma Gomes (Igualdade Racial); presidente também se reuniu com o vice Michel Temer para acertar detalhes do espaço do PMDB na nova configuração ministerial
Presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu criar o ministério da Cidadania, que unirá as pastas de Mulheres, Igualdade Racial, Direitos Humanos e Secretaria-Geral; nova pasta será comandada por Miguel Rossetto, atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência; Dilma informou sua decisão em reunião com Rossetto, Eleonora Menicucci (Mulheres), Pepe Vargas (Direitos Humanos) e Nilma Gomes (Igualdade Racial); presidente também se reuniu com o vice Michel Temer para acertar detalhes do espaço do PMDB na nova configuração ministerial (Foto: Aquiles Lins)


247 - Presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu criar o ministério da Cidadania, que unirá as pastas de Mulheres, Igualdade Racial, Direitos Humanos e Secretaria-Geral. A nova pasta será comandada por Miguel Rossetto, atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

Dilma se reuniu na manhã desta quinta com Rossetto (Secretaria-Geral), Eleonora Menicucci (Mulheres), Pepe Vargas (Direitos Humanos) e Nilma Gomes (Igualdade Racial) para informar-lhes da decisão.

Dilma teve reunião também com o vice Michel Temer, para concluir a definição do espaço que o PMDB ocupará na reforma administrativa. Dilma considera abandonar a fusão entre Aviação Civil e Portos e manter o ministro Eliseu Padilha. O outro ministério foi oferecido à bancada do partido na Câmara dos Deputados, mas o governo federal avalia utilizá-lo para acomodar, a pedido do vice-presidente, o ministro Helder Barbalho (Pesca), cuja pasta deve ser extinta na nova configuração ministerial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email