HOME > Brasil

Ministério diz que vai repassar R$ 100 milhões para empreendedores da área de turismo no RS

De acordo com a pasta, o crédito será disponibilizado por meio do Novo Fundo Geral de Turismo, direcionado, principalmente, para micro, pequenas e médias empresas

Celso Sabino (Foto: Bruno Spada/Agência Câmara)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro do Turismo, Celso Sabino, informou que vai liberar R$ 100 milhões para empreendedores ligados ao setor que foram afetados pelas chuvas no Rio Grande do Sul. De acordo com a pasta, o crédito será disponibilizado de modo emergencial, por meio do Novo Fundo Geral de Turismo (Fungetur), programa direcionado, principalmente, para micro, pequenas e médias empresas do país. De acordo com as estatísticas, pelo menos 39 pessoas morreram desde a última segunda-feira (29) por conta dos temporais. A Defesa Civil informou que 32 mil pessoas estão fora de suas casas - 8.168 pessoas em abrigos e 24.080 desalojados (morando com amigos, na casa de familiares ou amigos.

O Fungetur é operado por agentes financeiros credenciados, que permitem acessar até R$ 15 milhões em linha de financiamento, tendo juros de até 5% de spread mais INPC acumulado nos últimos doze meses (8,4% a.a. mês abril /24) e carência de até cinco anos. Para acessar o Fundo, basta procurar uma das instituições financeiras habilitadas, às quais cabe analisar os pedidos e liberar os recursos.

“Esse é um compromisso do governo federal e estamos apoiando inteiramente nossos irmãos gaúchos nesse momento tão difícil para o estado. Sabemos o quanto as chuvas e as enchentes têm prejudicado toda a economia do Rio Grande do Sul. Esse recurso ajudará na reconstrução de equipamentos turísticos importantes para o turismo gaúcho”, destacou.

Os recursos poderão beneficiar meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, parques temáticos, acampamentos turísticos, restaurantes, cafeterias, bares e similares registrados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo.

Operada com verbas do MTur, a linha de crédito ofertada pelo Fungetur permitirá que os empresários atingidos pelas enchentes no estado tenham recursos para melhorar os seus negócios. São condições diferenciadas de pagamento para a obtenção de capital de giro, a realização de obras e a aquisição de equipamentos.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados