Ministério Público pede que Cunha e Alves devolvam R$ 25 milhões aos cofres públicos

Força-tarefa Greenfield ajuizou ação de improbidade administrativa contra os ex-deputados federais Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves

Eduardo Cunha
Eduardo Cunha (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Victor Fuzeira, Metrópoles - O Ministério Público Federal (MPF), por intermédio da força-tarefa Greenfield, ajuizou ação de improbidade administrativa contra os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves. Se condenada, a dupla deverá restituir aos cofres públicos valor superior a R$ 25 milhões.

Sozinho, Cunha deverá devolver R$ 20 milhões supostamente desviados. Os procuradores do caso apontam enriquecimento ilícito dos políticos durante o mandato.

Segundo a força-tarefa, as irregularidades dos deputados foram cometidas entre 2011 e 2015. O modus operandi dos dois consistiria em cobrar propina para liberação de investimento de recursos pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) em empresas.

Leia mais no Metrópoles.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247