Mino Carta: São os donos do poder que querem Lula preso

"Quem deseja Lula preso sine die? Desde o Departamento de Estado a Bolsonaro, desde Sérgio Moro ao general Heleno, desde o famigerado mercado até os barões midiáticos. Os manifestantes de recém-encenada fé bolsonarista, dos devotos das redes sociais, os robotizados cidadãos a caminhar na treva", escreve o jornalista Mino Carta

(Foto: Reprodução | Reuters)

247 - "Lula ainda é o eixo do sistema político brasileiro. No País dividido medra o confronto entre quem quer o ex-presidente preso e quem invoca a sua liberdade", escreve o jornalista Mino Carta na revista Carta Capital. "Quem deseja Lula preso sine die? Desde o Departamento de Estado a Bolsonaro, desde Sérgio Moro ao general Heleno, desde o famigerado mercado até os barões midiáticos. Os manifestantes de recém-encenada fé bolsonarista, dos devotos das redes sociais, os robotizados cidadãos a caminhar na treva". 

Segundo o jornalista, Lula foi preso "graças a uma conspiração instintiva, creio eu, entre os poderes da República, com o apoio irrestrito da mídia nativa e do nosso exército de ocupação, e o suporte decisivo da Lava Jato e das estripulias dos inquisidores curitibanos, lacaios de Washington. E o Brasil há mais de três anos vive uma fraude".

Na versão online da revista, o jornalista destaca que, durante a Operação Lava Jato, "presos os delatores e submetidos a interrogatórios asfixiantes, só conseguiam ver aceita a delação se dissessem ao torturador o que queria ouvir".

"Ou melhor: o que o torturador precisava ouvir para alcançar a prova buscada, falsa, mas eficaz, com todas as mazelas de um desvairado tribunal do Santo Ofício. Sim, o Brasil de hoje tem a cara que merece, os traços escancarados da parvoíce e da ignorância, e nesta moldura não desfiguram muitos pretensos intelectuais, orgânicos ou não", complementa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247