Miriam Leitão enquadra Eduardo Leite por apoio a Bolsonaro em 2018 (vídeo)

A jornalista criticou o apoio de Leite a Bolsonaro durante a última campanha eleitoral e afirmou que o governador preferiu a economia à democracia

www.brasil247.com - Debate das prévias do PSDB
Debate das prévias do PSDB


247 - Durante o debate das prévias do PSDB, a jornalista Miriam Leitão cobrou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, sobre o apoio dele à candidatura de Jair Bolsonaro em 2018. 

Segundo ela, à época, Leite criticava o "desastre econômico" dos governos do PT -- tese defendida pela jornalista. Por conta disso, ele apoiou Bolsonaro. 

"Mas acontece que o desastre econômico é muito menor em importância e risco para o país do que o desastre no ataque à democracia, e era óbvio que o presidente e candidato Bolsonaro sempre fez apologia da ditadura. Então, o senhor colocou uma hierarquia e preferiu a questão econômica", cobrou ela. 

Leitão, no entanto, fez campanha pelo golpe contra Dilma Rousseff em 2016 por conta das supostas "pedaladas fiscais", contribuindo para a crise institucional. 

"Que risco nós temos que o senhor, de novo, julgue a conveniência política e apoie forças de extrema-direita, como o fez em 2018?", questionou. 

Leite se enrolou ao responder: "É muito fácil para nós que temos a vida mais ou menos resolvida ficar discutindo a democracia e ignorar que milhões de pessoas deixam de comer por não ter emprego e não ter renda. Não estou defendendo que se ignore o debate pela democracia, ele é super importante". 

Ele admitiu o erro e afirmou que não apoiará mais Bolsonaro. "Foi um erro. Não há hipótese de apoiar uma candidatura de Bolsonaro em 2022. O Brasil precisa de uma democracia forte, mas também precisa de emprego, renda. E para isso precisar ter reforma, e os outros caminhos à esquerda não apresentam essa alternativa", disse. 

Veja: 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email