Modelo brasileira morta é enterrada em Lisboa

Pai de Jeniffer Viturino diz que filha foi atirada da janela do 15 andar de prdio de luxo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – “Minha filha foi atirada da janela”, disse Girley Viturino, pai da modelo brasileira Jeniffer Viturino, morta no sábado 9, em Lisboa, ao cair do apartamento de seu namorado, o milionário Miguel Alves da Silva, no 15º andar de um dos edifícios mais luxuosos da cidade. A declaração foi prestada ao jornal português Correio Popular. “Não acredito que ela tenha se suicidado”, completou ele, diante o Instituto Médico Legal da capital portuguesa. O enterro de Jeniffer ocorreu esta tarde, no cemitério Lumiar, também em Lisboa. O namorado Miguel não compareceu.

Lembrando que sua filha completaria 18 anos no próximo dia 13, Girley afirmou que ela já tinha contratos fechados para participar de eventos na Alemanha, França e Itália. “Com certeza, a carreira da minha filha iria deslanchar”. Para ele, “o caso não acabou”, lembrando que dentro de um mês devem sair os resultados de exames toxicológicos no corpo da filha. Esses resultados podem apoiar a tese de crime cometido com a participação do namorado. “Foi muito estranho ele ter demorado para ligar e comunicar um fato desse porte”, comentou Girley ao jornal português. O pai da modelo morta disse que conversou com o namorado da filha há cerca de um ano. “Ele sempre me pareceu uma pessoa respeitosa, confiável. Nos últimos tempos, eles tiveram alguns atritos, coisa de namorados”.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247