Moro e Toffoli se calam diante de ameaça golpista de bolsonaristas

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o presidente do STF ( Supremo Tribunal Federal) não comentaram a participação de Bolsonaro no ato em Brasília deste domingo em que os manifestantes exigiram a instauração da ditadura militar no país, o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo

Sergio Moro e Dias Toffoli
Sergio Moro e Dias Toffoli (Foto: Ag. Senado | STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presença de Bolsonaro no ato em Brasília, realizado em frente o Quartel General do Exército, despertou uma avalanche de declarações contrárias de todos os meios políticos.

Mas o ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, se calou diante dos atos que pediram intervenção militar, com a participação de seu chefe no DF. Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal, alvo dos protestos, também não comentou os atos, destaca a coluna Painel na edição desta segunda-feira da Folha de S.Paulo. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247