Moro mentiu ao dizer que celular de Bolsonaro foi hackeado

A informação de que o celular do presidente Jair Bolsonaro foi hackeado não convenceu nem mesmo parte do núcleo do governo, diz a jornalista Mônica Bergamo

(Foto: Lula Marques)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A colunista da Folha afirma que assessores do presidente ainda duvidam que isso tenha ocorrido, apesar da nota divulgada pelo Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro.

Ou seja, o ministro espalha uma notícia falsa para embaralhar ainda mais os fatos em torno da invasão de números telefônicos de autoridades.  

A descrença na invasão do celular de Bolsonaro vem do fato de que pessoas do seu núcleo mais próximo nunca sofreram interferência nem o presidente se queixou de qualquer anormalidade, diz a coluna.  

O próprio "hacker" Walter Delgatti Neto, preso há uma semana, declarou à Polícia Federal que invadiu os celulares de diversas autoridades, mas nenhuma do atual governo federal.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247