Moro não foi consultado para ato de exoneração de Valeixo que tem sua assinatura no DO

É o que informa o colunista da Folha Leandro Colon. "Segundo a Folha apurou, o ministro não assinou a medida formalmente, nem foi avisado oficialmente pelo Planalto de sua publicação", diz

Sérgio Moro
Sérgio Moro (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, não foi sequer consultado sobre a exoneração do agora ex-diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo. A informação é do colunista do jornal Folha de S.Paulo Leandro Colon.

"A exoneração de Valeixo saiu "a pedido" com as assinaturas eletrônicas de Bolsonaro e Moro. Segundo a Folha apurou, o ministro não assinou a medida formalmente, nem foi avisado oficialmente pelo Planalto de sua publicação", escreve o jornalista no Twitter.

"Moro nem Bolsonaro negaram publicamente o pedido de demissão. A saída de Valeixo foi sacramentada em meio a negociações para permanência de Moro. Aliados avaliam que fica difícil para o ministro ficar no governo diante do ato no D.O", afirma.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247