Moro posta foto de coronel da FEB e neta responde: "ele abominava você"

Ministro da Justiça, Sérgio Moro, postou uma foto do coronel Alexandrino, militar brasileiro que lutou na Segunda Guerra Mundia com elogios ao ex-combatente e aos outros integrantes da FEB. Renata Gomes, neta do coronel respondeu a Moro afirmando que o militar “abominava” o ex-juiz

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Justiça, Sérgio Moro, postou uma foto do coronel Alexandrino, militar brasileiro que lutou na Segunda Guerra Mundial e é considerado um herói pela sua atuação, com elogios ao ex-combatente e aos outros integrantes da Força Expedicionária Brasileira (FEB). A neta do coronel respondeu a postagem afirmando que o militar “abominava” o ex-juiz. 

“Meus respeitos igualmente. A história da FEB é infelizmente insuficientemente valorizada no Brasil. Isso é algo que tem que mudar. Não podemos esquecer o esforço brasileiro contra o nazi-fascismo e os sacrifícios dos combatentes. Por favor, mais livros e filmes sobre isso, no mínimo”, escreveu Moro no Twitter.

Eu, neta do Cel. Alexandrino, o FEBiano da foto, herói da WWII, posto a seguinte informação, da eleição do ano passado: Meu avô, anti-fascista, defensor da Constituição e democrata, ABOMINAVA você, sua afronta ao estado democrático de direito e seu governo, que, entre outros, destroi a cultura e a produção audiovisual. Quem envergonha a FEB – e o Brasil – são vocês!”, respondeu Renata Gomes, neta do coronel Alexandrino. 

Confira as postagens. 


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email