Moro tenta dar lição na internet e leva surra dos internautas

Ex-juiz fala sobre governabilidade e é massacrado; presidente do Psol, Juliano Medeiros, o chama de canalha e diz que ele foi usado e descartado pelas elites

Sérgio Moro
Sérgio Moro (Foto: Marcelo Camargo - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro foi às redes sociais nesta segunda-feira (27) tentar dar uma lição sobre governabilidade no País e acabou alvo de várias críticas de internautas. 

"O que dificultou a governabilidade do Brasil nos últimos anos foi a corrupção desenfreada e a irresponsabilidade fiscal, não a Constituição de 1988 nem a Justiça ou o MP", escreveu Moro no Twitter

O ex-juiz aparentemente comentou a declação do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), que quis pegar carona na aprovação da Assembleia Constituinte no Chile e defendeu uma nova Constituinte para o Brasil, alegando que o País estaria "ingovernável". 

Em resposta, Moro foi chamado de "canalha" pelo presidente do PSOL, Juliano Medeiros. "O que dificultou foi o golpismo, a ganância e o ódio da elite brasileira aos pobres. A mesma elite que te usou e jogou fora, como costuma fazer com canalhas como você", rebateu Medeiros. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247