Morre mais um operário em Jirau

Empregado da Camargo Corra foi assassinado por colega de trabalho



247 – Num incidente cujas circunstâncias ainda não foram totalmente esclarecidas, o operário da construtora Camargo Corrêa Valdir Pinheiro Amaral, de 31 anos, foi morto por volta do meio-dia da quarta-feira 17, no canteiro de obras da usina de Jirau, em Porto Velho. As suspeitas pelo crime recaem sobre um colega de trabalho de Valdir, que, segundo nota da construtora, tentou fugir, mas foi preso pela Polícia Militar. Em depoimento, o acusado disse que o confronto foi motivado por motivos pessoais.

Em julho, no dia 21, outro trabalhador nas obras de Jirau, o ajudante de serviços Francisco da Silva Melo, morreu ao cair de uma britadeira.

Abaixo, nota oficial da Camargo Corrêa sobre o crime ocorrido na quarta-feira em seu canteiro de obras:

A construtora Camargo Corrêa informa que, por volta das 12h45 de hoje (17/8), o profissional Valdir Pinheiro Amaral de 31 anos foi morto por um colega de trabalho após confronto motivado por razões pessoais.

Após a ocorrência, o agressor tentou fugir, mas foi detido pela Polícia Militar do Estado de Rondônia, imediatamente acionada pela empresa.

A Camargo Corrêa lamenta o falecimento do profissional e informa que está tomando as providências necessárias para apoiar seus familiares e colaborar para o esclarecimento da ocorrência.

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email