CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Mossoró: Corregedoria de Políticas Penais identifica falha de procedimento, mas nega corrupção

A pasta decidiu não publicar o relatório sobre o caso na íntegra para não prejudicar investigações futuras

Fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A Corregedoria-Geral da Secretaria Nacional de Políticas Penais emitiu uma nota nesta terça-feira (2), anunciando a conclusão do relatório sobre as responsabilidades na fuga dos detentos Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça da Penitenciária Federal de Mossoró, em fevereiro deste ano. O órgão identifica falhas de procedimento no caso, porém nega a existência de qualquer indício de corrupção.

“Há o indicativo de que houve falhas nos procedimentos carcerários de segurança. Devido a isso, foram instaurados três Processos Administrativos Disciplinares (PADs) envolvendo 10 servidores", diz a corregedora-geral da pasta, Marlene Rosa. "Outros 17 servidores assinarão Termos de Ajustamento de Conduta (TAC), no qual se comprometem com uma série de medidas —entre as quais, não podem cometer as mesmas infrações e terão de passar por cursos de reciclagem”

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A pasta também decidiu não divulgar o relatório na íntegra para evitar prejudicar novas investigações sobre os problemas estruturais da unidade federal e os procedimentos correcionais estão sendo instaurados. (Com informações da CNN Brasil).

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO