Motivo de chacota entre diplomatas, assessor internacional de Bolsonaro diz que Itamaraty era escritório da ONU

O assessor internacional de Jair Bolsonaro, Filipe Martins, apadrinhado por seu filho Eduardo, provocou constrangimento entre diplomatas ao dizer que o Itamaraty era um “escritório avançado da ONU”. Um vídeo que circula com suas opinióes foi motivo também de chacota

Filipe Martins e Olavo de Carvalho
Filipe Martins e Olavo de Carvalho (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O assessor internacional do Palácio do Planalto declarou no canal de Youtube do seu padrinho político, o deputado Eduardo Bolsonaro, que é necessário redesenhar a política externa, que segundo sua visão “não era distintamente brasileira”.

O assessor de Jair Bolsonaro emitiu conceitos que provocaram chacota e constrangimento entre diplomatas. 

Entre outras coisas, afirmou que os diplomatas brasileiros atuavam alinhados aos “cânones globalistas”.

O assessor de Bolsonaro faz a apologia da submissão do Brasil aos Estados Unidos.

Filipe Martins, assim como como Eduardo Bolsonaro, o chanceler Ernesto Araújo e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, é seguidor do guru do clã Bolsonaro, Olavo de Carvalho. 

As informações são da Folha de S.Paulo. Veja o vídeo 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247