Mourão diz que críticas internacionais sobre meio ambiente são 'ataques ideológicos' contra Bolsonaro

Vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que as operações de comando e controle na Amazônia serão mantidas até o final de 2022 . Ainda segundo ele, o Brasil vem sendo alvo de críticas na área ambiental por causa de um ataque ideológico contra Jair Bolsonaro

Mourão e chamas de queimada no Pantanal
Mourão e chamas de queimada no Pantanal (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lisandra Paraguassu, Reuters - O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta segunda-feira que as operações de comando e controle na floresta amazônica serão mantidas sem interrupções até o final de 2022 e avaliou que o Brasil vem sendo alvo de críticas na área ambiental internacionalmente, por causa de um ataque ideológico ao presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista á rádio Eldorado, Mourão, que também é presidente do Conselho da Amazônia, defendeu ainda a regulamentação da mineração em terras indígenas e, ao mesmo tempo que reconheceu que há problemas na Amazônia, afirmou que está sendo dada uma dimensão maior ao que realmente está acontecendo na floresta.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247