Mourão exonera assessor que articulava impeachment de Bolsonaro com deputado

Segundo o vice-presidente, o chefe de sua assessoria parlamentar, Ricardo Morato, agiu contra suas orientações e atentou contra sua honra

Hamilton Mourão
Hamilton Mourão (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, exonerou nesta quinta-feira (28) o chefe de sua assessoria parlamentar, Ricardo Morato. A decisão vem após ser revelado que o último articulava com um deputado federal através de mensagens por WhasApp o impeachment de Jair Bolsonaro. 

Como revelado pelo O Antagonista, nas mensagens, Morato disse que vem conversando com “assessores de deputados mais próximos”, pois “é bom estarmos preparados”.

Mourão negou que tenha instruído o assessor a agir de tal maneira: "(A revelação) me permitiu identificar alguém agindo à margem das minhas orientações e atentando contra o meu único patrimônio, que é a minha honra".

Morato alegou ter sido hackeado, o que para o vice "não é verdade". 

A demissão será publicada amanhã no Diário Oficial da União. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email