MP pede prisão de Delgatti em razão da entrevista concedida à TV 247

Em retaliação ao hacker Walter Delgatti, que desmascarou a Operação Lava Jato, o Ministério Público acaba de pedir sua prisão, alegando que ele não poderia ter concedido entrevista ao jornalista Joaquim de Carvalho

www.brasil247.com - Walter Delgatti Neto
Walter Delgatti Neto (Foto: Reprodução/CNN)


247 - O Ministério Público acaba de pedir a prisão de Walter Delgatti Netto, a quem o Brasil deve revelações históricas, como as provas do conluio formado contra o ex-presidente Lula, da cooperação ilegal da Lava Jato com Estados Unidos e Suíça, de que a delegada Érika Marena falsificou depoimentos e de que Deltan Dallagnol confessou não ter vergonha na cara, entre vários outros aspectos.

O motivo alegado foi a entrevista de Walter Delgatti ao jornalista Joaquim de Carvalho, na TV 247, no dia 16 de fevereiro. O MP sustenta que Delgatti utilizou a internet para conceder a entrevista, descumprindo assim medida cautelar imposta contra ele em setembro de 2020.

O argumento, no entanto, não condiz com a realidade, uma vez que Delgatti apenas conversou com o jornalista, sem ter usado o computador, celular e muito menos a internet, algo que foi praticado por seu advogado, Ariovaldo Moreira, conforme foi explicitado logo no início da entrevista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira abaixo o pedido de prisão e suas alegações:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista ao boletim de Joaquim de Carvalho sobre o pedido:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email