MP-SP denuncia participação de líder do MBL em suposto esquema de corrupção

“Vivo, hoje, as consequências política do estado policialesco que ajudei a fomentar”, lamentou Renan Santos em nota em que critica o Ministério Público

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Renan Antonio Ferreira dos Santos, um dos líderes do Movimento Brasil Livre (MBL), é um dos alvos de denúncia apresentada pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) na última quinta-feira (22) sobre um suposto esquema de corrupção que teria sido montado na Imprensa Oficial do Estado de São Paulo (Imesp) com apoio do movimento e que teria rendido doações ao MBL através de canal no YouTube.

O MP afirma que o MBL se utiliza de “técnicas indicativas de viabilizar a ocultação/dissimulação de valores ilícitos” (lavagem de dinheiro) por dois métodos. O primeiro seria “nova técnica de lavagem de capitais, peculiar, efetuada mediante ‘doações online’, com valores relevantes e sem lastro de origem – via Superchat do Youtube, ‘vaquinhas online’, sem rastro da origem do dinheiro obtido, que podemos denominar de doações de ‘cifras ocultas'” e “constituição de empresas, muitas delas (a maioria) de fachada, localizadas em endereços residenciais, sem funcionários cadastrados e com diversas sucessões societárias”.

Confira aqui a denúncia na íntegra, obtida pelo Blog do Fausto Macedo

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247