MPF pede à Justiça suspensão do Sisu, Prouni e Fies

O MPF havia encaminhado pedido ao Ministério da Educação para suspender as inscrições do Sisu, diante dos erros nas correções do Enem. Como o governo não atendeu ao pedido, o órgão acionou o judiciário

Balbúrdia no Enem.
Balbúrdia no Enem. (Foto: PR | ABr | USP Imagens)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça Federal que determine a suspensão das inscrições do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e a alteração dos calendários do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e do Prouni (Programa Universidade Para Todos).

Antes, o MPF pediu que o Ministério da Educação suspendesse as inscrições do Sisu, diante dos erros nas correções do Exame Nacional do ensino Médio (Enem), mas o governo federal ignorou.

Agora, o MPF decidou acionar a Justiça para que a suspensão seja aplicada até realização de auditoria e nova conferência dos gabaritos de todos os candidatos do Enem. 

O órgão argumenta que a nova conferência é necessária para garantir a idoneidade, a correção do resultado do exame e a correspondência entre o gabarito utilizado e a prova realizada pelo candidato.

O Ministério da Educação (MEC) afirma que cerca de 6 mil tiveram as notas alteradas, mas 172 mil candidatos encaminharam mensagens ao Inep com queixas. O Ministério da Educação abriu as inscrições nesta terça-feira (21).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247