Mulher entra na Justiça contra Bolsonaro para conseguir auxílio de US$ 1 mil anunciado na ONU

Uma mulher desempregada entrou na Justiça contra a União, reivindicando o auxílio emergencial de US$ 1 mil (cerca de R$ 5,5 mil) anunciado por Jair Bolsonaro em discurso na ONU

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma mulher desempregada entrou na Justiça contra a União, reivindicando o auxílio emergencial de US$ 1 mil (cerca de R$ 5,5 mil) anunciado por Jair Bolsonaro em discurso na Organização das Nações Unidas (ONU), na última terça-feira (22).

A advogada, Leila Loureiro, disse que a cliente vive em condições de vulnerabilidade e contou que a procurou achando que tinha direito a receber outros valores. Segundo a advogada, a ação busca reparação de cunho pedagógico.

"A ação é inédita e não é tão simples, mas a gente concluiu que a fala do presidente tem repercussão no mundo dos fatos, o presidente está como chefe de estado perante a Assembleia da ONU e é necessário responsabilidade no discurso. A gente busca reparação de cunho pedagógico para que nossos líderes entendam que existe materialização da fala. Essas pessoas são credoras", afirmou a advogada.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247