Na Fiesp, ministro da Saúde sugere que empresas "repensem" publicidade em veículos de imprensa

Segundo Marcelo Queiroga, parte da imprensa "não contribui" com o Brasil

Marcelo Queiroga e Dra. Heloísa
Marcelo Queiroga e Dra. Heloísa (Foto: Ailton de Freitas/MS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em evento com empresários na manhã desta segunda-feira (3) na Fiesp, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, se mostrou alinhado com o discurso de Jair Bolsonaro e sugeriu que a iniciativa privada "repense" a publicidade em veículos de comunicação.

Para ele, parte da imprensa "não contribui com o Brasil", segundo a Folha de S. Paulo. 

"Tenho pregado o uso de máscaras, e a sociedade é testemunha. Ontem, tirei a máscara para dar esse nó [para ajustar]. Aí um jornalista de um veículo de comunicação fotografou e disse lá: ‘Ministro da Saúde chega sem máscara’. Vai chegar o momento em que vamos desmascarar essas pessoas que não contribuem com o Brasil, até parte da imprensa. Não sei com que motivação querem fazer isso para motivar a discórdia. Seria bom que vocês da iniciativa privada e que fazem publicidade nesse tipo de comunicação repensassem essas estratégias", afirmou.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email